Discursos de Formatura

 

 

 

Estes são discursos de formatura proferidos por diversas pessoas em diversas ocasiões.
Aproveite as idéias e crie um discurso que se encaixe no contexto de sua formatura!

Discurso Curso de Ciências Contábeis – Proferido pelo orador Cássio Marques da Silva



 

 

Exma. Senhora Prefeita Municipal de Lavras Jussara Menicucci de Oliveira. Ilustríssimo Senhor Professor WALDOMIRO DOMINGOS DOS PASSOS, Diretor geral. Ilustríssimo Senhor Professor SAMUEL CARVALHO DE BENEDICTO, Diretor acadêmico e das Faculdades. Ilustríssimo Senhor Professor NEY Costa Souza, Coordenador do Curso de Ciências Contábeis da FADMINAS. Ilustríssimo Senhor Professor WELLINGTON DIAS PEREIRA, nosso querido Paraninfo. Ilustríssimo Senhor Professor RÔMULO DE JESUS DIEGUEZ DE FREITAS, patrono da turma. Ilustríssimos Professores homenageados e demais componentes da mesa. Estimados colegas formandos do curso de Ciências Contábeis, demais colegas formandos aqui presentes, Senhoras e Senhores.
Ao aceitar o convite e assumir o compromisso de ser oficialmente o orador da turma, muito me passou pela mente sobre o que dizer neste momento. É certo que deveria servir-me de simples e poucas palavras, mas que pudessem expressar de maneira singular a emoção, felicidade e satisfação que hoje inunda nossa alma pela obtenção da graduação em Ciências Contábeis.
Dentro desta filosofia, buscando inspiração para montar este discurso, deparei-me com certo pensamento de Platão, que há muito também é de conhecimento dos sábios orientais, que ensina que “Grandes caminhadas começam com a decisão do primeiro passo”. Esta pequena frase tocou-me a alma e percebi o quanto se encontra ligada ao significado desta cerimônia e a esta etapa de nossas vidas que aqui se encerra.
Lembremo-nos do nosso primeiro passo. Foi dado em dezembro de 2002, ou talvez um pouco antes, quando decidimos que iríamos nos graduar e começamos a nos preparar para isso. Quando fizemos esta opção estávamos cientes que muito teríamos que renunciar para alcançar nossos objetivos, mas de tudo, o mais difícil seria abrir mão da companhia daqueles que tanto amamos. Como foi difícil para nós e para vocês! Mas é com muita honra e com sincero sentimento de agradecimento que vemos hoje seu sorriso, pai, mãe, irmãos, esposo, esposas, filhos, namorados e namoradas, agora inundado de profundo orgulho.
Muitos estudaram sozinhos, outros fizeram cursinho, cada um a sua maneira, mas sempre oferecendo o melhor de si no ensejo de vencer o primeiro obstáculo: o vestibular. Sala cheia, olhares apreensivos e ali sobre a mesa o passaporte para a vida acadêmica. A se não fosse a sodinha para relaxar e esfriar um pouquinho a cabeça!!!
Passada essa fase ingressamos na faculdade. Esperava-mos as festas, confraternizações e churrascos que são característicos de início de curso. Mas não foi bem isto que encontramos. “O que? O professor vai passar matéria no primeiro dia de aula?”. Também fiquei, como muitos colegas, surpreso ao constatar que no primeiro dia de aula o Prof. Ney iniciaria o conteúdo da sua disciplina. “Ei, me empresta uma folha!”. E assim, professor após professor, todos iniciaram seus respectivos conteúdos e a aula já no primeiro dia findou-se às 11:05 h. Muitos, decepcionados ou desanimados com a rígida rotina, logo no início desistiram ou preferiram ir em busca de outras metas (Mas quem dos amigos formandos aqui presentes não se lembra do nosso querido Anderson e as suas apresentações malucas no powerpoint?), no entanto, continuamos seguindo, pois sempre tivemos a certeza de que por menor que fosse a semente lançada à terra, sendo ela de boa qualidade, com certeza, brotaria. É certo que éramos “crianças” acadêmicas, ainda imaturos e sem a real consciência da importância da graduação. Acostumados, nas palavras do ilustre Prof. Wellington, a “pagar para não levar”.
Hoje mais maduros e esclarecidos, com idéias mais polidas, vemo-nos um reflexo, ainda que imperfeito, da faculdade que nos acolheu e nos transmitiu o conhecimento necessário para exercermos a profissão contábil, além é claro dos conceitos éticos, de retidão, amor, transparência, humildade e responsabilidade sempre presentes quer seja em sala de aula, nas semanas de iniciação científica, palestras ou seminários.
Não temos dúvida de que nesta faculdade encontramos pessoas com estas qualidades. Alguns deles são nossos homenageados e estão neste palco. Outros estão sentados na platéia nos assistindo. Infelizmente, não é possível homenagear a todos. Mas saibam que todos vocês são responsáveis pela nossa passagem. Deixamos aqui o nosso muito obrigado, em especial, a vocês professores.
Devemos agradecer também à FADMINAS que se apresentou a nós não como uma agência de distribuição de diplomas, mas sim como nosso segundo lar. A instituição de ensino é porque não a mais poderosa arma com que contam os povos modernos, tanto para a vitória na guerra como para o progresso na paz, sem esquecer de que quem a faz é a mente e o coração de seus componentes. Basta pensar que se construirmos um prédio em formato de igreja e dentro dele não tivermos fé, ele nunca será um templo; se construirmos uma casa para morarmos e não reinar o amor dentro dela, ela jamais será um lar. Da mesma forma, se erguermos um prédio com formato de escola e não houver dentro dele ensino e aprendizado, nunca será um lugar de formação. Oxalá que de Deus continue a iluminar esta instituição na sua missão de ensino.
No decorrer deste período, tivemos sempre em mente que o que faz a vitória do ser humano não é somente a chegada, mas cada passo, cada minuto, em direção ao alvo, afinal a viagem deve ser tão boa quanto o destino. E como foi boa esta nossa viagem até aqui! Neste ambiente de profundo e intenso aprendizado passamos, juntos, 4 anos de nossas vidas. Foram inúmeras noites mal dormidas estudando para as provas, finais de semana elaborando trabalhos, sem contar a angústia pela timidez de apresentá-los à frente da turma, projeto de pesquisa, trabalho de pesquisa de campo na disciplina de estatística, as provas cujos balanços eram fechados após as 11:30 h (quando fechavam!!), entre várias outras atividades. Muito sofremos para conseguirmos conciliar o trabalho com faculdade. Mas uma característica que prevaleceu no Curso de Ciências Contábeis da FADMINAS foi a união da turma para vencer os obstáculos. Houveram momentos de divergências de pensamentos? Claro que sim. Mas o que é pequeno não merece menção.
Um ponto característico desta turma era que sempre criávamos situações para descontrair um pouco e aliviar a tensão do estudo. Não poderia deixar de citar alguns exemplos que praticamente todos os nossos mestres aqui presentes testemunharam (e às vezes até participaram também!). Quem não se lembra do “Aniversário do Alysson”? Quer idéia mais criativa? Coisa do Fred. Nosso querido amigo Alysson teria hoje uns 300 anos se contássemos cada um dos “Parabéns a Você” cantados... Tudo brincadeira... era só uma maneira de descontrair e relaxar um pouco. E a gozação com o portal das grávidas? Era passar e engravidar! Eram tantas as grávidas (Elenice, Rosecleide, Euzete, Eliane, Ana Paula) que tivemos que mudar para o andar térrio para evitar as escadas. E como diria nosso amigo Heverton “Só mais uma coisinha, Só mais uma coisinha” impossível esquecer da contribuição dos professores, cada um a sua maneira, para esses momentos de descontração. Lembramos aqui do “fofinho, super cássio e da 1ª dama, super dul, e do Viajei pessoal?? Viajei??” do Prof. Rômulo. Do Prof. Fabiano recordamos, que nas suas tão bem elaboradas aulas de perícia, às vezes para quebrar um pouco o clima, incorporava, seriamente, na sua explanação frases do tipo “para cada ovo comido um pinto perdido”. Isto sem falar no Prof. Emerson que se desfazia em risos da imitação de buzina de kombi velha do Fred.
E foi neste ambiente, durante 4 anos, conciliando muito esforço, perseverança, garra, renuncia e amizade que conseguimos dar todos os passos para concluirmos a nossa grande caminhada e estarmos hoje aqui nos despedindo da FADMINAS. Temos hoje a certeza de a profissão que escolhemos está inserida em um ambiente que sofre mudanças constantes. Temos, então, a missão de estarmos sempre atualizados e preparados para enfrentar novos paradigmas. Não podemos nos contentar apenas com o conhecimento adquirido até então. Como o mercado de trabalho é bastante concorrido, sabemos que precisamos aumentar sempre o nosso ritmo para nunca sermos superados. Não podemos nos dar por vencidos diante dos desafios encontrados no nosso caminho.
Além do bacharelado em Ciências Contábeis, julgamo-nos ainda cidadãos mais esclarecidos. Queremos assim melhorar a consciência do nosso país, lutar por um Brasil melhor e mais digno. Temos a certeza de que a educação é fundamental para esse desenvolvimento.
Ficará a saudade desses anos de faculdade, dos amigos, das aulas, das provas, das noites sem dormir, das festas, dos momentos de angústias, de alegria, de realização, de tudo aquilo que contamos os dias para acabar.
A vontade era congelar e guardar tudo isso, amigos, esta época, tudo.... bobagem... egoísmo de nossa parte. Na música intitulada Canção da América, Minton Nascimento nos lembra que “Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito”. E com certeza do lado esquerdo do peito, aqui no coração, cada um de vocês, mestres e formandos, já residem.
Há alguns anos atrás, traçamos este objetivo e iniciamos nossa caminhada, hoje um sentimento de realização nos invade e podemos dizer: A MISSÃO FOI CUMPRIDA.
É por tudo isso que peço a todos os formandos que se orgulhem da nossa conquista, da nossa profissão e orgulhem-se, também, da formação recebida. Estamos preparados para os desafios que virão. Tenham a certeza de que somos bons profissionais e seremos ainda melhores amanhã. Só depende de nós.
A todos nós muito sucesso e que Deus nos proteja.
Obrigado.

Cássio Marques da Silva
Bel. em Ciências Contábeis


Veja também:
Discurso Curso de Ciências Contábeis – Proferido pelo orador Cássio Marques da Silva
Discurso de Zootecnia 2
Discurso de Pedagogia
Discurso de Enfermagem Obstetrícia
Discurso de Formatura (Longo)
Discurso de Formatura (proferido por formando)
Discurso de Engenharia Química.
Discurso de Administração 3
Discurso de Zootecnia
Discurso de Administração 2
Discurso de Administração
Discurso de Medicina 2
Discurso de Enfermagem
Discurso de Medicina
Discurso de Direito
Discurso de Tecnologia da Informação
Prof. Gilberto Takashi Suzuki
Discurso do Orador Secretário João Alfredo dos Anjos
Discurso Paraninfas Professoras Mariza Veloso e Maria Angélica Madeira
Discurso da Oradora, Secretária Andréa Watson
Discurso do Paraninfo Conselheiro Gerson Pires
Discurso do Senhor Embaixador Luiz Felipe Lampreia
Discurso de Fernando Henrique



 
Pagina ptrotegida contra cópia por Copyscape