Anel de Formatura

O anel de formatura é formado pelo ouro, o símbolo do curso nas laterais e uma pedra referente ao mesmo no centro.  Os emblemas e as cores das pedras são definidos pela formatura. Um anel de medicina tem uma cobra como símbolo e a esmeralda como pedra, por exemplo. As pedras principais são a ametista, água marinha, ônix, granada, esmeralda, opala, safira azul, rubi e turmalinas verde e rosa.

O ouro usado é bastante nobre, sendo o 18k e geralmente cravejado em brilhantes. O ouro resgata o valor e à seriedade da formação profissional, já o brilhante remete aos desejos de sucesso na carreira do formando. Vinculado ao valor material, está o emocional, fortemente visível na composição do anel, já que cada material que o compõe possui um significado. O adorno registra a passagem de uma etapa a outra na vida do formando, marcando o início do exercício da profissão.

O anel deve ser usado no dedo anular. Parece besteira, mas há toda uma crença encima disso. A crença tem origens orientais, já que para nós, usar anéis é meramente decorativo. Os orientais acreditam que cada dedo das mãos, assim como os dos pés, tem uma ligação à outra parte do corpo, por meio de um meridiano, como por exemplo o chacras, responsáveis pela concentração de energia no corpo. Assim, o dedo anular representa a busca de objetivos almejados. O anel passa de um enfeite para um atrativo de energias positivas, fazendo com que sua representação de sucesso se torne algo real.

Isso pode ser verdade para uns, como para outros, não. Mas no final das contas, o anel de formatura serve para o formando se lembrar sempre que agora ele está entre os graduados, pequena porcentagem da população e encarregado de uma grande carga de responsabilidade à sociedade, devendo agir sempre de forma ética para que seu reconhecimento seja merecido.

Mariana G. Mitsui

fonte: http://www.casadoaneldeformatura.com.br/emblemas.htm


 
Pagina ptrotegida contra cópia por Copyscape